• contato@superconconcreto.com.br
  • (14) 3281-3838
0_builder-pouring-cement-from-a-cement-mixer-N9KU4XY

Vendas de cimento crescem 11,8% em meio a pandemia

Apesar da pandemia da Covid-19 estar afetando diversos negócios, o comércio de cimento vai muito bem. De acordo com o Sindicato Nacional da Indústria de Cimento (SNIC), apenas no mês de fevereiro de 2021, as vendas no setor cresceram 14% em relação ao mesmo mês de 2020, totalizando 4,7 milhões de toneladas vendidas.

As vendas por dia útil – indicador que considera os dias trabalhados como forte influência no consumo de cimento -, também foi um fator importante analisado. Neste ano, a maioria dos estados não teve feriado de Carnaval, aumentando assim, o número de dias úteis. Com isso, a comercialização do produto foi de 234,1 mil toneladas, resultando em um aumento de 5,4% comparado ao mês anterior e de 16,4% em relação a fevereiro de 2020.

Vale ressaltar que os estados que aderiram ao feriado de carnaval suspenderam as atividades nos dias de festas, não sendo, portanto, contabilizados como abertura de comercialização.

A alta no número de vendas foi possível graças às favoráveis condições climáticas, as manutenções de obras imobiliárias e a autoconstrução. O economista do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (CNC), Flávio Guimarães, esclarece que os meses seguintes ainda estarão em aquecimento, mas que a desvalorização da moeda brasileira pode reverter tudo. “Para piorar a situação, o mundo enfrenta uma forte pressão nos preços das commodities, que no Brasil se agrava devido à forte desvalorização do real, impactando diretamente na indústria do cimento”, esclarece.

O economista enfatiza ainda que o fim do auxílio emergencial e novas medidas de circulação podem tornar o cenário desfavorável. “É fundamental acelerar a vacinação da população e aprovar as reformas estruturantes para que haja retomada no crescimento econômico do País”.

No acumulado de doze meses, a região Centro-Oeste apresentou o maior crescimento em vendas de cimento, totalizando 17,2%. Com a população passando mais tempo dentro de casa, alguns decidiram aproveitar para fazer autoconstrução.

O setor de varejo de material de construção foi considerado serviço essencial por lei Federal. O decreto foi publicado no dia 28 de abril de 2020 no Diário Oficial da União.

Fonte: Brasil 61

Leia Mais
pasted image 0

Construção civil prevê maior crescimento em oito anos

A quantidade de insumos na construção civil foi drasticamente afetada pela pandemia, o que acarretou principalmente no aumento do preço dos produtos pela baixa oferta e alta demanda. Mesmo diante de um cenário altamente preocupante, o setor vem se recuperando com o aumento da produção e as perspectivas são de conquistar seu maior crescimento histórico dos últimos oito anos.

(mais…)

Leia Mais
Obra-de-construcao-civil

Índice Nacional da Construção Civil variou 10,16% no acumulado de 2020

Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apresentou variação de 1,94% em dezembro, superando em 0,12 ponto percentual a taxa do mês anterior, que tinha sido de 1,82%. No acumulado de 2020, o índice teve alta de 10,16%, o que significa 6,13 pontos percentuais a mais que em 2019, quando registrou 4,03%. Esta é a maior taxa da série com desoneração, iniciada em 2013.

(mais…)

Leia Mais
2020-05-22t182451z_1_lynxmpeg4l1sw_rtroptp_4_health-coronavirus-astrazeneca-oxford

Saúde inclui trabalhadores da construção civil e da indústria como prioritários para vacina

O Ministério da Saúde incluiu na última sexta-feira (22) trabalhadores da indústria e construção civil na lista de grupos prioritários no plano de vacinação contra a Covid-19. Ao todo, esse grupo representa 5,3 milhões de pessoas. As informações são da Folha.

Segundo a reportagem, a pasta também incluiu trabalhadores de transporte aéreo e aquaviário e trabalhadores portuários entre os grupos previstos para serem vacinados com prioridade.

(mais…)

Leia Mais
314480-saiba-como-usar-o-concreto-armado-na-construcao-civil

Construção Civil: setor que mais abriu vagas em 2020 e que pode gerar até 200 mil oportunidades de emprego em 2021

O setor da construção civil foi um dos setores que mais contratou durante a pandemia da Covid-19. As obras, por não exigirem mão de obra de grande qualificação, garantiram diversas oportunidades de empregos as pessoas mais vulneráveis ​​economicamente. Foi o setor que mais criou oportunidades, tanto com carteira assinada quanto com trabalhadores informais ou autônomos, em 2020.

(mais…)

Leia Mais
Construção-Civil-em-2019

PIB da construção civil deve crescer 4% em 2021

Depois de um ano de retração por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a construção civil deverá ter, em 2021, o maior crescimento para o setor em oito anos. Segundo projeções divulgadas hoje (17) pela Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), o Produto Interno Bruto (PIB) do segmento deve avançar 4% no próximo ano, depois de recuar 2,8% em 2020.

(mais…)

Leia Mais
44

Juros baixos e condições facilitadas movimentam setor da construção civil e ajudam na retomada da economia

Os efeitos da pandemia foram sentidos em todas as áreas, não apenas no Brasil, mas mundialmente. Porém, indo na contramão, o setor da construção civil foi o segundo menos impactado, ficando atrás apenas do agronegócio e já está reagindo, mostrando números positivos. Até julho, as vendas de imóveis chegaram a crescer 25%, de acordo com a Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc). Um dos principais motivos para isso é que as taxas de juros anuais de crédito imobiliário caíram pela metade nos últimos quatro anos. A diferença é nítida e muito atrativa: de 15,6% em 2016 para 7,6% em 2020.

(mais…)

Leia Mais
construcao-de-casas-principais-erros

As principais tendências da construção civil para 2021

Além de ser um dos pilares da economia brasileira, a construção civil é um dos setores que mais tem sido impactado pelos avanços tecnológicos, o que impulsiona o aumento da produtividade e da qualidade dos serviços prestados.

Mesmo com a queda econômica do setor neste ano devido à pandemia do novo coronavírus, um estudo do Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê crescimento de até 3,4% na retomada em 2021.

(mais…)

Leia Mais
Construção-civil

Confiança da construção cresce 3,7 pontos em outubro, diz FGV

O Índice de Confiança da Construção, da Fundação Getulio Vargas (FGV), teve alta 3,7 pontos na passagem de setembro para outubro deste ano.

Com isso, a confiança do empresário da construção brasileira atingiu 95,2 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos, o maior valor desde março de 2014 (96,3 pontos).

(mais…)

Leia Mais