As concessões totais de crédito totalizaram R$ 343 bilhões em agosto, de acordo com os dados divulgados no início desta semana pelo Banco Central (BC). O aumento das operações foi puxado principalmente pela categoria de empréstimo às famílias, que avançou 4,5% na comparação mensal em razão do crédito imobiliário.

O time de análise do Banco Inter (BIDI4;BIDI11) destacou a forte demanda em imóveis, segmento que tem se beneficiado das baixas taxas de juros e da recuperação do consumo. Para os analistas, a construção civil continuará demonstrando resiliência, e as construtoras devem aproveitar esse momento de aceleração do setor.

“Apesar dos lançamentos imobiliários ainda não terem se recuperado como as vendas de estoques nos últimos meses, a forte demanda no setor deve contribuir para a geração de caixa das construtoras e criar incentivos para maior investimento. Dessa forma, esperamos que o setor de construção civil lidere tanto a retomada da atividade quanto a geração de empregos no período pós-pandemia”, comentou Rafaela Vitória, economista-chefe do Banco Inter e autora do relatório divulgado na segunda-feira (28).

FONTE: Money Times