Se você já passou por uma construção ou reforma em casa, sabe que lidar com a mão de obra, muitas vezes, não é uma tarefa fácil. Mas, acredite: manter um bom relacionamento com os profissionais envolvidos na obra faz uma enorme diferença no resultado e evita uma série de transtornos ao longo das etapas. Afinal, quem vai colocar a mão na massa, literalmente, e transformar o seu sonho em realidade? O pedreiro!

Depois de procurar referências com amigos ou profissionais da área e escolher um pedreiro, é hora de se ligar em algumas dicas superimportantes. Confira!

1. Quando contratar, fale TUDO o que deseja

Algumas pessoas cometem o erro de combinar determinado serviço com o pedreiro e, durante a execução, começam a incluir uma coisinha ali, outra acolá. Quando se dão conta, todo o cronograma foi por água abaixo. Resultado? O orçamento muda e tudo vira uma bagunça que prejudica a relação com o pedreiro. Isso pode até fazer você gastar mais dinheiro do que se tivesse planejado.

Pense pelo lado do profissional: planejar é essencial para o bom rendimento da obra. Converse com o pedreiro desde o início sobre o que você quer incluir na reforma e peça a opinião dele. Além disso, coloque uma margem a mais no orçamento para incluir pequenos ajustes.

2. Defina os prazos

A ansiedade costuma tomar conta do cliente quando o assunto é obra. Montar um cronograma e definir a data de entrega de cada uma das etapas com o pedreiro pode ser uma boa solução. Isso vai te ajudar a acompanhar a reforma e ter uma noção de quando ela vai terminar.

pedreiro

Foto: Reprodução/Internet

3. Pergunte o que ele precisa para começar

Outro erro comum é acertar a data de início da reforma com o pedreiro e, quando o dia chega, ainda tem um monte de material para comprar. Já se viu nessa situação? A solução é perguntar sempre, logo depois da negociação, do que o profissional precisa para começar a execução. Ferramentas, materiais… Faça uma lista e deixe tudo pronto para o dia combinado.

4. Acompanhe por etapas, não todo dia

Imagine-se sendo perguntado todos os dias sobre o andamento de um determinado trabalho. Não é legal, né? Confie no seu pedreiro e deixe-o fazer o serviço sem aquelas perguntas diárias, pois podem causar estresse e impaciência no profissional. Uma boa dica é acompanhar o cronograma e perguntar sobre o andamento do serviço apenas no final de cada etapa.

5. Seja gentil e amigável

Você talvez tenha que conviver com o pedreiro por um bom tempo e ele será o responsável por tirar todas as ideias do papel. Por isso, tratar bem esse profissional é um dos pontos principais. Ofereça café, lanche, seja gentil, entenda também o lado dele. Nada de autoritarismo, cobranças em excesso, grosseria ou coisas do tipo. Você precisa do profissional com boa vontade, dedicado e satisfeito com o trabalho, certo?

 

Com essas dicas simples, você vai poder evitar os mais diversos transtornos. Quando a relação com os profissionais envolvidos é boa, pode ter certeza de que a obra flui de uma maneira bem melhor! E o resultado final, então, nem se fala! Você verá a diferença!

 

Fonte: Saint-Gobain Brasil | Edição: Loyce Policastro/Netshare Marketing Criativo