Dente os vários benefícios do concreto, ele aumenta a produtividade da obra e reduz custos em relação ao projeto final. Pensando em auxiliar você em seu processo de construção, separamos 4 dicas para quem quer construir com blocos de concreto. Confira, a seguir!

1. Observe os blocos de concreto que você está comprando

Verifique todos os detalhes possíveis durante a compra, tais como existência de trincas, peso, resistência, homogeneidade, arestas restas, condução térmica, absorção de umidade etc. Tudo isso pode afetar na hora de construir com blocos de concreto.

2. Atenção na aplicação

A construção com blocos de concreto exige que alguns cuidados sejam tomados na hora de realizar a aplicação e assentamento, como, por exemplo:

  • Nunca molhe ou deixe os blocos expostos a chuvas e umidade;
  • A argamassa deve ser misturada e dosada por um mestre de obras ou engenheiro, não podendo ser acrescida de cimento ou areia após estar pronta e não podendo ser utilizada após duas horas e meia de sua mistura;
  • Evite deixar a argamassa entrar nos buracos dos blocos;
  • Não reutilize argamassa que caiu no chão;
  • Não deixe a massa endurecer antes de verificar se os blocos estão corretamente alinhados;
  • Assegurar que o prumo e o alinhamento estão corretos e, caso não estiverem, corrigi-los no momento do assentamento.

3. Cuidado com as instalações elétricas e hidráulicas

As paredes e blocos de vedação permitem apenas cortes horizontais e verticais para futuras instalações. O ideal é defini-los antecipadamente em projeto de forma racionada.

Já as paredes e blocos estruturais não fornecem a possibilidade de serem quebradas ou cortadas para inserção de instalações elétricas, por isso atente-se em instalar o necessário durante o assentamento, utilizando os buracos do bloco para tal. A única possibilidade de corte nesse caso é na vertical, para colocação de colunas coletoras de esgoto ou de águas pluviais.

4. É possível realizar uma execução racionada na hora de construir com blocos de concreto

Os blocos de concreto podem ser medidos e cortados com precisão, além de demandarem menos argamassa para assentar. Dessa maneira, é possível, com um projeto bem idealizado, racionar a quantidade de blocos e argamassa utilizada. Com tal projeto feito e bem estruturado, pode-se racionar até mesmo na mão de obra e no tempo de trabalho.

 

 

Fonte: Inova Concreto